Buscar
  • Pascoal Maynard

Centro Cultural de Aracaju recebe Exposição Kokife de Mário Grangeon


A mostra apresenta mais de 90 peças até o dia 30 de julho

A Prefeitura de Aracaju inaugurou a exposição “Kokife: objetos e coleções - da concepção a criação do artista”, do português Mário Grangeon Carcomo Lobo, no Centro Cultural da capital, equipamento vinculado à Fundação Cultura de Aracaju (Funcaju). A mostra, instalada no Museu Cidade de Aracaju, traz um acervo rico tanto no valor cultural, quanto no valor histórico de suas peças.  

A exposição apresenta mais de 90 peças, incluindo objetos colecionados e quadros pintados com a arte da pirogravura, uma técnica que utiliza o fogo e projeta um desenho em couro ou madeira. Nesse tipo de arte é muito comum encontrar o desenho cru, que é a madeira com o desenho em preto. Um diferencial da pirogravura de Kokife são os pigmentos coloridos, incomum nesse tipo de arte, que dão uma performance diferenciada as telas.

É impossível não se admirar e se encantar com a técnica única do artista. Outro fator interessante é que todas as suas peças são únicas e ele não titula as suas obras, pois vê a pintura como algo espiritual e não comercial. ”Eu fujo da arte comercial. Esse é um trabalho de vida, é um trabalho de muita inspiração e concentração espiritual, por isso nunca repito nenhuma peça”, explicou Mário Lobo.

Ainda segundo Mário, essa exposição foi de grande importância, pois além de mostrar seu trabalho, serviu para reestimular a sua vida como artista. “Eu estava há um ano e meio sem trabalhar e pensando em desistir. Na cidade onde moro os artistas não são muito valorizados como em Aracaju. Foi aí que veio essa oportunidade de expor o meu trabalho aqui, no Centro Cultural, e isso veio como um incentivo para não parar nunca mais”, comentou.

Para o coordenador do Centro Cultural, Mário Dias, receber essa exposição foi uma grande gratificação para Aracaju. “Aqui é um espaço de diversidade e fomento da cultura em todos os seus âmbitos e de todos os lugares. Saber que, ao receber essa mostra, reestimulamos um grande artista como Kokife, nos trouxe um sentimento de dever cumprido”, disse. 

A exposição “Kokife: objetos e coleções - da concepção a criação do artista” permanece até o dia 30 de julho, no Centro Cultural de Aracaju, localizado na Praça General Valadão, considerada o marco zero da capital. O horário de funcionamento é de terça a sexta, das 9h às 17h e aos sábados, das 8:30h às 13h. As escolas que quiserem agendar visitas devem entrar em contato pelo número (79) 3214-5387. A entrada é gratuita. 

9 visualizações
  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Instagram B&W

© 2018 Por EliasExpress.